02/05/2021 às 14h52min - Atualizada em 02/05/2021 às 14h52min

Vereadores criam CPI para investigar construção da sede da Câmara

Prédio iniciado em 2018, segundo a Comissão de Obras do Legislativo, foi 100% pago, mas continua inacabado

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
Câmara Municipal de Quatá
A mesa diretora da Câmara Municipal de Quatá deve oficializar em breve, a “nomeação por escrito” e publicação oficial da composição da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) formada na casa para investigar a polêmica construção da sua sede própria, iniciada em 2018.
 
A informação foi dada pelo vice-presidente da CPI, vereador Luiz Adilson Guimarães Alves (PSDB). Além dele fazem parte da Comissão os vereadores (presidente) Eliana Aparecida Casaca Betine (PSDB), Mayla Correia da Costa (Solidariedade), Severino Francisco Costa (PSB) e José dos Santos Filho (PSL), os dois últimos também membros da Comissão de Obras da Câmara.
 
Luiz Adilson disse que a instauração da CPI teve como origem uma visita feita pelos atuais vereadores às dependências da nova sede em janeiro, início da atual legislatura, onde foram constados “diversos serviços faltantes” apesar da obra de estar 100% paga, conforme apurado por uma auditoria interna, realizada pela Comissão de Obras e Mesa Diretora da Câmara.
 
A partir daí foi feita a solicitação de formação da Comissão Parlamentar de Investigação (CPI) “para investigar isso corretamente porque é dinheiro público e nós temos que saber como foi aplicado e o que ocorreu aí de erro, se houve algum erro”, disse o vereador em entrevista a colaborador Rubens Manoel.
 
“No seu total a obra está paga, faltando a empresa fazer a entrega. A empresa pediu 90 dias, nos concedemos, autorizamos... e passados os 90 dias a empresa não cumpriu o combinado”, informou Luiz Adilson Guimarães Alves.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

20.6%
14.7%
64.7%