19/05/2021 às 18h32min - Atualizada em 19/05/2021 às 18h32min

Santa Casa confirma mais 5 “leitos próprios” de UTI para Covid; Caio descarta ‘Lockdown já’

Prefeito aposta que “80% da população” defende o fechamento da cidade, mas ele não acontecerá agora

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
 
A direção da Santa Casa de Misericórdia de Tupã confirmou na tarde desta quarta-feira, 19, a ampliação do número de vagas para atendimento de UTI Covid, de 15 para 20.
 
Segundo o diretor administrativo do hospital, os novos leitos não são oficialmente habilitados junto ao Ministério da Saúde. “Esses leitos de UTI não são habilitados. São nosso refúgio para crises... não vamos abrir junto ao ministério... são (leitos) próprios”, explicou Laércio Garcia.
 
Informação que não foi dada pelo prefeito Caio Aoki (PDS) ao falar dessa ampliação em uma entrevista ao site Tupã City.
 
Na mesma entrevista o prefeito da Estância Turística de Tupã também anunciou o reforço no atendimento de UTI Covid da Santa Casa, com plantões noturnos da médica Caroline Machado, que atualmente é titular da Unidade de Saúde da Vila Independência. E que será paga pela Prefeitura, segundo o gerente da Santa Casa.
 
Caio visitou pacientes das alas de Enfermaria e UTI Covid, na noite da terça-feira feira, e ontem voltou a descartar o fechamento já das atividades econômicas do município. (Na foto anexa ele aparece ladeado pelos médios Caroline Machado e Renan Giardulli)
 
Caio disse acreditar que “se for fazer uma pesquisa 80% da população defende o Lockdown”, mas ele não é consenso dentro do Comitê de Enfrentamento da pandemia. “Fechar tudo será um caso extremo”, afirmou.
 
Por enquanto Tupã, segundo Caio, seguirá fiscalizando firme e punindo os descumpridores das medidas de isolamento e toque de restrição e multando esses infratores e os comerciantes que também insistem em descumprir a lei.
 
Apenas nos últimos dias de fiscalização, segundo ele pelo menos “140 multas no CPF” foram aplicadas pela Prefeitura. “Todo mundo precisa cumprir as regras... nós vamos continuar fiscalizando e multado”, prometeu.
 
CRÍTICAS
 
A reaparição de Caio Aoki na imprensa (aliás a parte dela) se deu após alguns dias de ‘isolamento’ e também uma enxurrada de críticas, especialmente via redes sociais.
 
Até a conhecida plataforma “change.org”, usada para a realização de abaixo assinados e manifestos, chegou a ser acionada.


Ele teve um link espalhado em grupos WhatsApp com a seguinte identificação: “Felipe de Araújo Braw criou este abaixo-assinado para pressionar Prefeito Municipal Caio Kanji Pardo Aoqui, presidente da Câmara Municipal, Secretário da saúde... pela Implantação de uma Câmara Temática de combate ao Corona Vírus e fim do Lockdown”.
 
Até as 18h15 desta quarta-feira, 62 pessoas constavam tinham assinado o manifesto.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

20.6%
14.7%
64.7%