19/08/2021 às 10h10min - Atualizada em 19/08/2021 às 10h10min

Familiares e PMs são feridos a faca e a socos e chutes em ocorrência de violência doméstica

Além da amásia, um irmão e outro familiar do acusado foram feridos, antes da chegada de três equipes da Polícia Militar

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
Imagens cedidas por Joãozinho 30
 
Ao menos dois policias militares ficaram feridos durante o atendimento de uma ocorrência de violência familiar, no final da madrugada e começo da manhã desta quarta-feira, 18/08, nas imediações da esquina das ruas rua Clóvis de Oliveira e rua Joaquim Murtinho, em Tupã.
 
O registro de “violência doméstica/ lesão corporal/ posse de arma de fogo/ porte de arma branca/ ameaça/ desacato/ e resistência”, teve início às 5h55 em via pública.
 
No local, três equipes encontraram o autor, F.Y.S.J., de idade não divulgada, que “com uma faca na mão, segurava sua amásia (H.C.S.) pelos cabelos e a ameaçava”.
 
Local isolado, após longa negociação, o acusado largou a amasia, mas se mantinha “agressivo e irredutível quanto a dispensar a faca”.
 
Em dado momento de forma abrupta e agressiva ele correu em direção a sua residência, proferindo ameaças contra os policiais: “dizendo que pegaria sua arma de fogo e que aí conversaria com as guarnições”.
 
Conforme a PM, nem o uso do ‘Taser’ (arma de choque), conseguiu parar o acusado, uma vez que “um dos dardos foi obstruído por um móvel”.
 
Ele ainda arrombou a porta dos fundos da casa “com intuito de alcançar sua arma. Foi contido e durante sua imobilização, desferiu socos e chutes contra as equipes... foi imobilizado e algemado”.
 
Durante busca na residência foi localizada uma espingarda, que foi apreendida juntamente com a faca que o elemento portava.
 
FAMILIARES
 
Antes da chegada das equipes, conforme o registro da ocorrência, F.Y.S.J., já havia dado “uma facada no próprio irmão, ferindo-o no tórax” e contra a amásia golpes “de faca no antebraço esquerdo e punho direito”.
 
Outra parente do acusado, de inicial do nome ‘R’, segundo consta, sofreu escoriações, em função de agressão física.
 
Entre os policiais, o 1° Sargento PM Moisés, sofreu um ferimento no nariz e o Cabo PM Mauro, um ferimento no punho.
 
Na Central de Polícia Judiciária, a autoridade policial civil de plantão “ratificou a prisão em flagrante” de F.Y.S.J.
 
Participaram do atendimento a essa ocorrência, a equipe da viatura I-09211 (da zona Leste), com os Cabos PM Emerson e Mauro, a equipe da viatura I-09230 (CGP II), com o 1° Sargento PM Moisés e o Cabo PM Alex e a viatura I-09215 (Centro), com o Cabo PM Soares.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

20.6%
14.7%
64.7%