09/10/2021 às 09h34min - Atualizada em 09/10/2021 às 09h34min

Presa mãe de 20 anos que abandonou filha recém-nascida em um pasto

Mulher alegou que por não ter condições de criar mais essa filha, deu à luz e abandonou em uma área de pasto, ainda durante a madrugada

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
Reprodução do G1
 
A Policia Civil de Emilianópolis, na microrregião de Dracena, confirmou a prisão, nesta sexta-feira, 08/10, de uma jovem de 20 anos de idade, acusada de tentar matar a própria filha, recém-nascida.
 
A.B.S. é acusada de abandonar o bebê (uma menina, com cerca de 45 cm, 2,6 Kg, cabelos pretos, olhos castanhos e pele branca), ainda com os restos do cordão umbilical, em uma área de pasto.
 
Conforme o delegado Daniel Viudes, por volta das 11h30 testemunhas encontraram a recém-nascida “em uma área de pastagem”, ao lado da Vila Continental, extremo da cidade de Emilianópolis.
 
Enquanto a menina era encaminhada ao Hospital Estadual de Presidente Prudente, policiais já corriam atrás de identificar e prender a responsável pelo abando.
 
E as primeiras informações levantadas – segundo a Policia Civil – levaram ao endereço de uma jovem moradora nas proximidades do pasto onde a bebê foi deixada.
 
Inicialmente a jovem negou a autoria, alegando que estava em seu “período menstrual e com hemorragia”.
 
Com a devida autorização, policiais civis diligenciaram pelo imóvel, encontrando “várias manchas de substância avermelhada” no quintal, além de roupas e um lençol também com machas assemelhadas a sangue.
 
Após cair em seguidas contradições, A.B.S. confessou que deu à luz e abandonou a criança e, ao delegado Daniel Viudes, alegou que como “ninguém sabia” que ela estava gravida e que, “por já ser mãe e não ter condições de criar outro filho”, decidiu por abandonar a crianças “ainda na madrugada”.
 
Conforme postou o portal ‘Kako News’, A.B.S. foi presa em flagrante delito por homicídio tentado e ficando à disposição da Justiça.
 
Já a criança, que informações médicas, “passa bem e não corre qualquer risco”, ficará sob os cuidados da rede de proteção do município de Emilianópolis.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

20.0%
14.3%
65.7%