13/10/2021 às 12h06min - Atualizada em 14/10/2021 às 11h15min

Prédio desabado da Câmara tinha Alvará de vistoria dos Bombeiros

Em nota, presidente informa que o “plenário segue isolado e a Câmara Municipal aguarda a avaliação técnica para esclarecer as causas do ocorrido”.

Da Redação
Imagens cedidas
 
O presidente da Câmara da Estância Turística de Tupã, vereador Eduardo Akira Edamitsu, o Shiguero (PSD), mandou púbicas na tarde desta quarta-feira, 13/10, nota tratando do desabamento do forro de parte do prédio sede do Legislativo, ocorrido no período da manhã do mesmo dia.
 
Na prática, a nota não traz nenhuma novidade, além dos dados já publicados pela imprensa local, sobre o incidente, que não deixou nenhum ferido.
 
Shiguero confirma na nota que os primeiros sinais de desmoronamento foram notados logo pela manhã e que o desabamento, propriamente dito, aconteceu quando uma equipe de manutenção realiza a colocação de sustentação do forro, mesmo material usado para escola de laje em construção civil.
 
A novidade da nota é o dato de que o prédio que desabou tinha atualizado o Auto de Vistoria dos Bombeiros.
 
Na nota, Shiguero faz referência superficial às providências que estão sendo adotadas, mas não esclarece, por exemplo, quando foi feito a última manutenção ou vistoria na estrutura que sustentava o pesado forro do Plenário da Câmara.
 
EIS A NOTA
 
"A Câmara Municipal da Estância Turística de Tupã informa que parte do forro do plenário cedeu na manhã desta quarta-feira.
O problema no forro foi notado assim que a Câmara Municipal foi aberta na manhã de hoje. Como a madeira do forro apresentou sinais que estava cedendo, o ambiente do plenário foi isolado imediatamente.
No momento em que a equipe de manutenção analisava o problema, houve a queda de parte do forro. Felizmente, ninguém se feriu, pois não havia pessoas no plenário
Vale ressaltar que o prédio da Câmara Municipal permaneceu fechado no fim de semana, na segunda-feira e no feriado nacional de terça-feira.
Diante do ocorrido, a Defesa Civil foi acionada para averiguar o problema. O ambiente do plenário segue isolado e a Câmara Municipal aguarda a avaliação técnica para esclarecer as causas do ocorrido.
Importante ressaltar que os prédios da Câmara Municipal e da TV Câmara possuem o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).
A Câmara Municipal informa que a sessão de hoje será realizada de forma virtual. No entanto, a população poderá acompanhar a sessão ao vivo pela TV Câmara e pelas redes sociais da emissora, a partir das 20 horas."

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

20.6%
14.7%
64.7%