23/10/2021 às 08h25min - Atualizada em 23/10/2021 às 08h25min

PRAÇA DO SÃO MATEHUS: Neto admite banheiro desativado há 10 anos, mas ainda não sabe o que fazer com ele

Abandono, sujeira e descaso continuam; vereador Nenê acredita que prefeito “não quer limpar de pirraça”.

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
Neto e Nanci, em imagem de arquivo da pré-campanha de 2020 (Impacto Noticias)
 
Após uma semana de insistência, enfim, nesta sexta-feira, 22/10, o prefeito José Ferreira de Oliveira Neto (PSDB) se manifestou, ainda que de forma parcial, sobre o estado lamentável em que se encontram o banheiro da praça da igreja católica do Jardim São Matheus.
 
Na sexta-feira da semana passada, 15/10, o vereador Everson Cilas Pereira, o Nenê (Podemos), expôs por meio de um vídeo no Facebook, o estado lamentável de abandono e sujeita do local.

Relembre no link abaixo:

https://cidadereal.net/noticia/458/vereador-denuncia--estado-absurdo--de-banheiros-do-jardim-sao-mateus
 
MAIS ANTIGO
 
No decorrer desta semana novas informações sobre o abandono do local, tornaram ainda mais clara a comprovação de um incompreensível descaso do poder público em relação ao local, que deveria servir a população em geral que frequenta a praça, em especial os frequentadores do templo religioso.
 
O prefeito Neto disse nesta sexta-feira, por meio de mensagem de WhatsApp que ainda não tem definido o que será feito no referido sanitário, mas admitiu que o problema é bem mais antigo do se imaginava.
 
“Boa tarde. (Ainda) Estamos vendo com a engenharia (o que fazer). Estão desativados a anos. Desde quando? Uns 10 anos”, respondeu o prefeito na conversa com a nossa redação.
 
O vereador Nenê contou que a interdição dos banheiros teria ocorrido quando houve vazamento na caixa d’água. “E aí, ao invés de arrumar o banheiro, ele desligou a caixa d’água e interditou o banheiro”, contou.
 
Mas, inicialmente o vereador calculou que a interdição e lacração das portas do sanitário tivesse ocorrido a bem menos tempo que o admitido pelo prefeito: “Faz uns 2 anos. Que está interditado esse banheiro”, calculou Nenê.
 
SEM RESPOSTA
 
Perguntado sobre suposto “arrombamento” do sanitário masculino e se, “o ideal” não seria realizar uma limpeza e novamente interditar o local, o prefeito Neto nada mais respondeu, desde as 13h28 da sexta-feira, quando falou com a reportagem.
 
Até as 9h00 deste sábado, 23/10, o local seguia nas mesas condições lamentáveis de abandono, segundo o vereador e voltou a praça do Jardim São Matheus.
 
“Está do mesmo jeito. Uma imundície. Ele não quer limpar de pirraça e a população cobra, porque é um direito dele; a população necessita dos banheiros e tem direito a ele, limpos e em condições de uso. Lamentável. E ele ainda admite que faz 10 anos”, lamentou o vereador Nenê, em áudio pelo WhatsApp.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

22.7%
11.4%
65.9%