05/11/2021 às 13h50min - Atualizada em 05/11/2021 às 13h50min

Bruno Marquezi assume presidência do Conselho de Pastores Evangélicos

Posse da diretoria para o biênio 2022/2023 aconteceu no último dia 31, na celebração dos 504 anos da Reforma Protestante

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
Pastor Bruno faz uso da palavra na posse da nova diretoria (Imagens cedidas para Divulgação)
 
O empresário do ramo imobiliário, candidato a prefeito nas eleições do ano passado e pastor na Igreja Ágape, Bruno Eduardo Guilhen Marquezi, vai presidir o Conselho de Pastores Evangélicos de Tupã, no biênio 2022/2003.
 
A eleição e posse da nova diretoria do colegiado, que congrega os líderes das diversas denominações evangélicas da Estância Turística de Tupã, aconteceu no último dia 31/10 (domingo) na sede da Igreja Ágape, durante evento que marcou também as celebrações dos 504 anos da Reforma Protestante de 1517.
 
DIRETORIA EXECUTIVA
 
De acordo com Marquezi, além da Diretoria Executiva, foram eleitos também os conselhos Fiscal e Deliberativo, com um total de 19 pastores e pastoras,
 
A Diretoria Executiva ficou assim formada: 1º Presidente – Pastor Bruno Marquezi (Igreja Ágape), 2º Presidente – Pastor Alessandro Honório (Comunidade Evangélica Pentecostal Rajadas de Fogo), 3º Presidente – Pastor Eliseu Patrício (Igreja Luz do Mundo), 1º Secretário – Pastor Paulo Cardoso (Igreja Ágape), 2º Secretário – Pastor Claudio Capioto (Igreja Apostólica Adoradores de Cristo), 1º Tesoureiro – Pastor Carlos Eduardo (Missão Evangélica Manancial de Esperança) e 2º Tesoureiro – Pastor Tiago Scombati (Igreja Nova Canaã).
 
Para o Conselho Fiscal foram indicados e aprovados os pastores Ezequiel Rodrigues Santana (da 2ª Igreja Nova Canaã) e Silas Silva (Assembleia de Deus Belém).
 
E para o Conselho Deliberativo, os pastores e pastoras Natal Moreira da Silva (II Igreja Evangélica Luz do Mundo), Sandro Sampaio (Comunidade da Fé), Rubens Santos (Comunidade da Fé), Robson Camargo (Igreja Presbiteriana Independente), Eliezer de Carvalho (IEQ Ipiranga), Sônia Aparecida Moreira Capioto (Igreja Apostólica Adoradores de Cristo), Luís Carlos Scombati (Igreja Nova Canaã Independente), Osmídio Fonseca Castilho (Igreja Pentecostal Senhor dos Exércitos), Eduardo Joel Lopes (Igreja Evangélica da Paz), Silas da Silva (Assembleia de Deus – Belém) e Patrícia Maria dos Santos (Igreja Ágape).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

22.7%
11.4%
65.9%