01/12/2021 às 12h21min - Atualizada em 01/12/2021 às 12h21min

Número de multas de trânsito em Tupã cresceu 15% em plena pandemia

Sobre a avenida Marília, Caio informou que Conselho de Trânsito, Prefeitura e PM “estão estudando possíveis medidas para agregar o que já foi feito”

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
Imagem meramente ilustrativa (Arquivo)
 
O secretário municipal de Planejamento, Obras e Trânsito da Estância Turística de Tupã, admitiu que é impossível fiscalizar todo trânsito do município ao mesmo tempo – com a estrutura que dispõe – mas que todo o possível vem sendo feito, inclusive com aumento expressivo do número de multas aplicadas entre janeiro e novembro deste ano.
 
A crescente no número de multas, em relação a 2020, foi divulgada pelo arquiteto Valentim Cesar Bigeschi, em resposta solicitada pelo Cidade Real em relação reportagem recente sobre a situação crítica do trânsito nos ‘horários de pico’ da avenida Marília, prolongamento da Aimorés do Varejão Gaspar até o Semáforo do Parque do Atleta.

Leia no link abaixo a reportagem “Sem fiscalização, trânsito da Marília segue sendo um ‘paraíso da desordem’:

https://cidadereal.net/noticia/514/sem-fiscalizacao-transito-da-marilia-segue-sendo-um--paraiso-da-desordem-
 
Segundo Bigeschi, “a área urbanizada de Tupã tem mais de 15 km quadrados, sendo impossível cobertura simultânea de fiscalização”.
 
A pasta, conforme o secretário, “mesmo com seus agentes empenhados na fiscalização e vacinação contra a Covid, até o mês passado, efetuando apoio a diversos eventos, executando atendimento de ocorrências juntamente com Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, entre outros, não deixou de em nenhum momento de orientar, fiscalizar as vias urbanas e aplicar as penalidades devidas”.
 
NÚMEROS
 
“Não finalizamos o corrente ano e já efetuamos, de janeiro até a presente data, mais de 3379 multas aplicadas por diversas irregularidades e infrações constatadas”, informou Valentim, comparando que em 2020, “foram efetuadas, também em um ano atípico como 2021, 2886 multas, desta forma percebe-se que a fiscalização aumentou de um ano para outro, sem finalizar ainda 2021, em mais de 15% a autuações”.
 
Considerados 11 meses do ano, o número de autuações estava na casa de 307 por mês, algo em torno de 10 multas por dia.
 
O secretário também admitiu que apesar de todos os esforços da gestão pública, ainda há desrespeito patente, especialmente em relação à sinalização existe nas vias.
 
“Infelizmente, mesmo com fiscalização e autuações do município e da Polícia Militar, podemos verificar a ocorrência de desrespeito a sinalização de trânsito e, principalmente, imprudência ao volante praticada por condutores, onde o agente de fiscalização não está sempre presente”, escreveu ao Cidade Real.
 
MARÍLIA
 
Especificamente sobre o tema ‘Avenida Marília’, o secretário não fez qualquer referência na resposta, gentilmente enviada ao Cidade Real através do aplicativo WhatsApp.
 
Recentemente, um grupo de moradores de bairros da região chamada de Vila Formosa encaminhou à Prefeitura mais um abaixo assinado solicitando a intervenção da administração municipal para melhorias na Avenida Marília.
 
O documento, com cerca de 200 assinaturas pede “sinalização adequada de trânsito” naquela via e ressalta que o “fluxo de veículos vem causando acidentes e risco de morte aos munícipes”.
 
O abaixo assinado é endereçado nominalmente ao prefeito Caio Kanji Pardo Aoki (PSD), que até a postagem dessa reportagem não havia recebido o documento em mãos.
 
A RESPOSTA DO PREFEITO
 
Falei com o Valentim!
 
Ele já recebeu o documento e inclusive teve reuniões hoje com o Renan, Capitão Vander da PM e alguns vereadores.
 
O Vander destacou algumas ações, mas disse que o principal é a conscientização da população! Existe sinalização, mas precisasse muito da conscientização das pessoas.
 
Mas o Valentim, PM e Conselho de Trânsito estão estudando possíveis medidas para agregar o que já foi feito!

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »