16/12/2021 às 11h40min - Atualizada em 16/12/2021 às 11h40min

Sem muito a mostrar, Paulinho encerra 2021 prometendo poço, terrenos para microempresas e 116 casas

Em fala após Missa na Matriz Sant’Ana, prefeito reconheceu que cidade “cresceu muito” nos últimos anos e previu que 2022 “será um ano muito glorioso”

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
Paulinho e Tião Barraca, na Matriz Sant'Ana, após a Missa do dia 28 de novembro (print de vídeo do Facebook)
 
O prefeito municipal de Herculândia, Paulo Sérgio de Oliveira, o Paulinho (PP), admitiu no discurso de celebração dos 77 anos de emancipação do município que 2021 foi um ano de poucas conquistas em prol da cidade e que sabia que período pandemia seria crítico.
 
“Eu tenho dito que os prefeitos estão administrando crises e ainda não começaram a administrar as cidades”, reconheceu ele, ao falar aos presentes ao final da Missa em Ação de Graças pelo aniversário do município no dia 28 de novembro, na Matriz Sant’Ana, acrescentando acreditar que que “passando o período de pandemia”, 2022 “teremos muitos benefícios para nossa cidade”.
 
Ao lado do vice-prefeito Tião Barraca (PSDB), primeiro a falar a convite do Padre, o prefeito fez o discurso na escadaria do Presbitério da Matriz, usando paramento litúrgico, já que participa da equipe de Liturgia da Palavra.
 
Como conquistas efetivas, além de luta contra a Covid (incluindo a vacinação), Paulinho destacou que conseguiu zerar a fila de espera do “leite do idoso”, que herdou com mais de 100 pessoas: “Havia idoso na fila há cinco anos”, completou.
 
O prefeito também citou, sem maiores detalhes, a “criação do remédio em casa” e as obras de “pavimentação com dinheiro próprio”, que segundo ele, Herculândia não tinha “há 30 anos”.
 
FUTURO
 
Otimista em relação a 2022, Paulinho garantiu que “os recursos dos deputados estão chegando” e comparou sua gestão a anterior nesse quesito. Enquanto no ano passado havia três emendas, este ano, “como proposta” foram encaminhadas mais de 40: “Estamos correndo atrás”, garantiu.
 
No discurso o prefeito de Herculândia disse que, em 2021, esteve por pelo menos “vinte vezes em São Paulo” e que tem certeza de que 2022 “será um ano muito glorioso” para o município.
 
PARA 2022
 
Paulinho também anunciou que “pela primeira vez na história” Herculândia ganhará um poço profundo junto com um reservatório de 250 mil litros, previsto para ser inaugurado até abril do ano que vem. “Eu creio que irá solucionar em parte a falta de água no nosso município”, previu.
 
Na lista de promessas para o ano que vem entraram a compra de uma área para doação de terrenos “aos microempreendedores e para alguns empresários”, além de área para “em torno de 116 casas”, a serem construídas por uma associação, que “fará um estudo e um cadastramento”. Os “valores das prestações serão baixos”, garantiu Paulinho.
 
PEDIDO DE AJUDA
 
Paulo Sérgio de Oliveira também afirmou que não é possível fazer nada sozinho, por isso “peço ajuda de toda comunidade... nossa cidade cresceu muito. Não é mais como a 15 ou 20 anos”, admitiu ele.
 
Além de apoio, também pediu que os herculandenses não se deixem influenciar pelo negativismo e acreditem em dias melhores para o pós-pandemia.
 
Como na vida, citou, a “administração é um processo, pouco a pouco, então nós gostaríamos que vocês fossem compreensivos... não deem ouvidos a comentários negativos e infundados... Nós estamos à disposição, nos procure... nós queremos uma administração pacífica, ordeira, visando o bem comum”, discursou sem mencionar quais seriam os negativos e infundados.
 
Segundo Paulinho, neste primeiro ano a administração teve que trabalhar “de forma limitada” e culpou a “lei do Bolsonaro que proíbe contratar esse ano” por parte das dificuldades.
 
Mas também citou como uma herança ruim, o “caminhão de lixo sucateado”.
 
Sem mais detalhes, Paulinho tentou apresentar uma espécie de justificativa para as exonerações de servidores comissionados, nomeados na gestão passada. Desnecessária uma vez que cargos comissionados são de livre nomeação e exoneração do Prefeito, por isso são chamados popularmente de ‘cargos de confiança’.
 
“Não chegamos dispensando funcionários. Nós aproveitamos aqueles que foram bem avaliados na administração anterior, porque nós privilegiamos o bem-estar da população”, disse.
 
PADRE
 
Ao final da fala do prefeito, Padre Danilo Nobre dos Santos, pároco da comunidade Sant’Ana, pediu que Paulinho e seu vice-prefeito Tião Barraca, mantenham-se “fiéis aos propósitos” do início da administração... “Não se esqueçam dos pobres, não se esqueça das famílias mais carentes... daqueles que necessitam mais”.
 
O padre também elogiou a boa acolhida que recebeu do Poder Público desde que chegou à cidade e colocou a comunidade católica local à disposição. “Parceiras são sempre bem-vindas... estamos a disposição para servir juntos”, disse Padre Danilo.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »