28/01/2022 às 11h23min - Atualizada em 28/01/2022 às 11h23min

Ensino Fundamental de Tupã terá volta às aulas presenciais só após 21 de fevereiro

Estância já tem quase 200 crianças contaminadas pela Covid; instituições devem cumprir protocolos; pais podem optar pelo ensino remoto

Assessoria de Imprensa
Positivo pela segunda vez, Caio participou da coletiva por víde-conferência (Assessoria de Imprensa)
 
Para que a retomada das aulas presenciais ocorra com mais segurança, a Prefeitura de Tupã divulgou, nesta semana, recomendações instituídas por meio de um decreto municipal (nº 9.372/2022).
 
Entre as orientações válidas para as redes municipal, estadual, federal e particular, está a manutenção do ensino remoto até 21 de fevereiro para alunos em idade pré-escolar e do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano).
 
Os demais segmentos da educação estão autorizados a voltar à modalidade presencial conforme calendários próprios. Sendo assim, está permitido retorno para turmas de ensino Infantil, berçários, creches e maternal, Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), Ensino Médio, Formação Técnica, e Cursos Superiores.
 
Detalhes da publicação foram apresentados pelo prefeito Caio Aoqui em coletiva de imprensa, realizada por videoconferência, em respeito ao protocolo de isolamento social, na terça-feira, 25-01.
 
“O público do 6º ano até a Educação Superior está, em sua maioria, imunizado contra a covid-19. Prorrogamos o início das aulas apenas nas faixas etárias que começaram agora a campanha de imunização, e terão cerca de 20 dias entre a imunização e o início das aulas. Com o aumento da cobertura vacinal, nossa expectativa é de queda nos índices de contaminação”, ressaltou o prefeito.
 
Uma pesquisa de opinião foi aplicada entre os pais e responsáveis para avaliar o desejo por um adiamento das aulas presenciais e o nível de aceitação dos pais à vacinação. Dessa forma, os comitês de Saúde e Educação optaram pela volta facultativa às aulas, cabendo às famílias decidir se encaminharão os filhos para a escola, assim como gestores e mantenedores podem decidir seguir o calendário proposto no decreto, ou não.
 
O vice-prefeito, Renan Pontelli, disse que além dos protocolos de saúde básicos, como uso de máscara, aferição de temperatura corporal, disponibilização de álcool em gel e tapetes sanitizantes, “haverá obrigatoriedades de isolamento por 10 dias para alunos e professores de turmas com 3 casos confirmados. Também determina a suspensão total das aulas e das atividades após haver ao menos 8 positivados, com a obrigatoriedade de higienização completa dos prédios”.
 
Caso as unidades que ofereçam Educação Básica (Infantil ao Ensino Médio), decidam retornar fora do prazo, elas precisarão submeter um Termo de Responsabilidade à Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes.
 
A normatização permite às famílias saber o parâmetro mínimo de segurança que necessita ser respeitado. As instituições que oferecerem ensino presencial, mas que descumprirem o Decreto, estarão sujeitas à infração sanitária, e às penalidades dispostas no Código Sanitário Estadual (Lei Estadual nº 10.083/ 1998).
 
Esta retomada gradual da normalidade poderá acontecer com mais segurança graças ao início da vacinação de crianças de 5 a 11 anos. Por isso, o secretário de Saúde, Miguel Ângelo de Marchi, apresentou dados referentes à taxa de infecção pela covid-19 em crianças dessa faixa etária, como forma de incentivo aos pais para participação na campanha.
 
“Apenas no mês de janeiro, o município registrou 171 casos positivos de covid-19 em crianças de até 11 anos. Conforme os boletins diários, de 22 de novembro a 22 de dezembro, tivemos apenas 27 casos, enquanto que de 23 de dezembro, até esta segunda (24), foram 2.687 confirmados”, o médico afirma ainda que apenas com a vacinação em massa de crianças será possível reduzir a transmissão e evitar que o surgimento de novas variantes.
 
Entre os dias dois (02) e dia 21 de fevereiro, as turmas de Pré I, Pré II e Ensino Fundamental I da Rede Municipal terão aulas exclusivamente na modalidade on-line. As aulas para os estudantes acima de 11 anos, serão híbridas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

22.2%
6.2%
71.6%