15/02/2022 às 09h15min - Atualizada em 15/02/2022 às 09h15min

Secretário barra a ‘volta antecipada’ de Caio ao trabalho

Sem dores para caminhar, prefeito pediu a antecipação na tarde desta segunda-feira, 14/02, mas Miguel de Marchi disso não

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
O secretário de Saúde, dermatologista Miguel Ângelo de Marchi (Imagem de arquivo)
 
O médico particular e secretário municipal de Saúde, Miguel Ângelo de Marchi, barrou nesta segunda-feira, 14/02, a pretensão do prefeito da Estância Turística de Tupã, Caio Kanji Pardo Aoki (PSD), de antecipar a volta a trabalho, prevista para a próxima quinta-feira, 17/02.
 
Ele se afastou por 10 dias, com autorização da Câmara, para tratar um edema muscular em membro inferior e está repousando em casa.
 
Na tarde desta segunda-feira, 14/02, consultado pelo Cidade Real sobre uma postagem de informação virtual sobre um “novo pedido de afastamento”, Caio desmentiu a informação (que chamou de Fake) e disse que tentaria, com Miguel de Marchi, antecipar a volta ao trabalho para esta terça-feira, 15/02.
 
O prefeito confidenciou que já não sentia – ao caminhar – as dores fortes que o afastaram do cargo, e que o local do edema ainda apresentava sensibilidade apenas com movimentos de sentar e levantar.
 
“Os 10 dias terminam na quarta, eu volto na quinta. Mas vou ver com o Miguel, no final da tarde, se posso antecipar... Já estou andando sem sentir dores”, escreveu Caio pelo WhatsApp, pouco antes das 15h.
 
NEGATIVO
 
Ás 16h32, pelo mesmo aplicativo, o prefeito informou que o secretário Miguel Ângelo de Marchi barrou a antecipação da volta ao trabalho
 
“Doutor Miguel acabou de me consultar e não deixou eu antecipar meu retorno... Disse que como eu ainda sinto alguns incômodos ao levantar e sentar, preciso desses dias que faltam. Só na quinta mesmo. Fazer o que?, escreveu o prefeito.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »