04/04/2022 às 17h34min - Atualizada em 04/04/2022 às 17h34min

Secretário vai a Câmara explicar falta de pão na merenda da Escola Aristides

Ao Cidade Real, Cristiano Vieira confirmou que a Prefeitura havia tirado o pão da merenda por orientação da Diretoria de Ensino

Nilton Mendonça
Redação Cidade Real
O secretário Cristiano Vieira (Imagem do Facebook)
 
O secretário Municipal de Educação de Herculândia, Cristiano Vieira, confirmou na tarde desta segunda-feira, 04/04, que participará da sessão da Câmara Municipal para explicar o a polêmica sobre a falta de pão na merenda servida aos alunos da Escola Estadual Aristides Rodrigues Simões.
 
Semana passada alunos postaram nas redes sociais, um vídeo com reclamações no pátio da escola, o período da manhã, sobre a falta de pão. “Alguns vereadores perguntaram. Vou lá responder”, disse Cristiano.
 
Ele também explicou que, “por enquanto”, em Herculândia, ao contrário de boa parte dos municípios paulistas é a Prefeitura que segue servindo a merenda para as escolas da rede estadual (e não a cozinha de cada escola), “mas seguimos as orientações e recomendações que eles apontam”.
 
NÃO FALTOU
 
O secretário adiantou ao Cidade Real, a explicação que dará aos vereadores de que não houve falta de pão; o que aconteceu foi uma mudança de cardápio orientada pelo Estado.
 
“Na verdade, a nutricionista da Diretoria de Ensino pediu para retirar o pão do cardápio.  A nutricionista do município fez a adequação conforme solicitado pelo Estado”, justificou.
 
Entretanto, segundo Cristiano Vieira, tudo já voltou ao normal: “Conversamos com a Diretoria de Ensino e eles autorizaram retornar o pão no lanche da manhã”, resumiu.
 
ADEQUAÇÃO
 
Após a repercussão do protesto dos alunos, a direção da Escola Aristides, postou uma nota explicando que a unidade está passando por “adequações na merenda” e pediu “colaboração e paciência de pais, responsáveis, alunos e comunidade”.
 
A diretora Thaisa Pedrosa Silva Nunes prometeu que “oportunamente” marcar uma reunião com os pais para “um bate papo e maiores esclarecimentos” sobre o processo de adaptação envolvendo a Prefeitura e a Diretoria de Ensino da região de Tupã.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »