21/03/2021 às 15h34min - Atualizada em 21/03/2021 às 15h34min

Prefeitura do Rio aplica multas e encerra festa clandestina

Festa com show de pagode tinha 150 participantes

Vinícius Lisboa
Agência Brasil
Foto: Divulgação/Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro
 
Fiscais da prefeitura do Rio de Janeiro fizeram 804 autuações entre a manhã de sábado (20) e a de domingo (21) na operação que busca garantir o cumprimento das medidas de prevenção à covid-19.

Entre as irregularidades encontradas estão a não utilização de máscaras, aglomerações, infrações de trânsito, reboques, encerramento de feiras e apreensões de mercadorias de ambulantes. Participam da operação agentes da Secretaria de Ordem Pública, da Guarda Municipal, da Vigilância Sanitária e da Polícia Militar.

Ao todo, 25 estabelecimentos foram fechados por descumprir as medidas de prevenção à covid-19, e 91 multas foram aplicadas a bares, restaurantes e vendedores ambulantes.

Uma das principais ocorrências foi a interdição de uma festa clandestina em Botafogo, na zona sul da cidade, na madrugada de domingo. O evento tinha 150 participantes e contava com show de pagode e transporte privado entre a Praia de Botafogo e o local da festa, na Rua Mundo Novo.

Apesar das ocorrências, o secretário municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale, disse que o balanço da fiscalização no sábado foi positivo e avalia que houve colaboração da grande maioria da população.

O município do Rio de Janeiro apresenta altas taxas de ocupação de leitos de terapia intensiva para covid-19 no Sistema Único de Saúde, com 93% das 669 vagas para pacientes graves ocupadas.

Diante desse quadro, a prefeitura adotou nesta semana novas medidas de restrição para conter o aumento de casos, como a proibição da permanência das pessoas nas praias, inclusive para a prática de esportes. Também está proibido o estacionamento na orla e a entrada de ônibus fretados na cidade.

A interdição das praias resultou em faixas de areia vazias na zona sul da cidade, mesmo em um fim de semana de sol forte e calor. Em Copacabana, um homem e uma mulher foram detidos e encaminhados à delegacia por desacato e desobediência aos fiscais.

O município também adotou desde o início do mês a proibição da permanência de pessoas em vias públicas e praças após as 21h. Bares e restaurantes também não podem funcionar depois desse horário.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita na lisura e integridade da urna eletrônica, e da Justiça Eleitoral (responsável pela manipulação da urna eletrônica)?

20.6%
14.7%
64.7%